SELEÇÕES

OFERTAS FANTÁSTICAS

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

LEITURA - O QUE É DIDRACMA?



TEOLOGIA
LEITURA
O QUE É DIDRACMA?
     
SIGNIFICADO DE DIDRACMA?
Moeda de prata da Grécia antiga, no valor de duas dracmas.Gramaticalmente é um substantivo feminino de origem latina  (latim didrachma) = duas dracmas 
O vosso mestre não paga a didracmas? (é um texto bíblico encontrado em Mateus).
O IMPOSTO DO TEMPLO:
Todo o Judeu deveria pagar o imposto (estabelecido por lei) que ajudava a manutenção do Templo de Jerusalém e equivaleria a 2 dracmas. (veja Mt 17,24). Os responsáveis por esta coleta de imposto do Templo abordaram a Pedro, como chefe do grupo esta obrigação. Jesus aproveita o fato acontecido e nos deixa um ensinamento.
DÍZIMO E IMPOSTO?
O que o texto nos fala se refere a um imposto estabelecido por leis humanas. No conjunto de Impostos que os Judeus deveriam pagar. Neste texto não aparece a palavra dízimo embora fazia parte das constribuições para o Templo de Jerusalém.
SABEMOS QUE OS ROMANOS RECOLHIAM ESTES IMPOSTOS:
1-      ¼ da colheita,
2-      Corveia, para alimentar as tropas romanas,
3-      O pedágio referindo-se a locomoção,
4-       Taxas de alfândega
PARA O TEMPLO DE JERUSALÉM ERAM ARRECADADOS:
1 – 10% das colheitas = dízimo
2 - 1% para os pobres
3 – cada 7 anos o produto referente a um ano de trabalho
4 – a didracma (estabelecida como lei)
“Em primeiro lugar figuram as imensas receitas do Templo. Compõe-se de dons que afluem do mundo inteiro, de taxas previstas pela Lei, sob forma do imposto da didracma, do comércio das vítimas, do cumprimento dos votos, da entrega da lenha etc., além do rendimento dos imóveis.” (Conforme JEREMIAS, JOACHIM, Jerusalém no tempo de Jesus, pesquisa de história econômica social no período neotestamentário, Nova Coleção Bíblica, vol. 16, Paulinas, São Paulo, 1983, pág.43.)

http://www.abiblia.org/ver.php?id=8135


CLIQUE AQUI
                                        

LEITURA O QUE É DRACMA?



TEOLOGIA
LEITURA
O QUE É DRACMA?
     
       Dracma é o nome da antiga unidade monetária nas cidades-estados gregas e estados sucessores, também foi usada em transações comerciais dos reinos do Médio Oriente no período helenístico e, em alguns casos na antiguidade, foi usado como unidade de peso.  Na frente e verso da dracma ática estava estampava a cabeça da deusa Atena numa face e na outra uma coruja. Na Palestina devido a influência do helenismo o comercio continuava utilizando a dracma nas transações comerciais. Jesus conhecia muito bem esta moeda e utilizou. Conhecemos muito bem a parábola da dracma perdida de Lucas 15,8-11.

No período do ministério terrestre de Jesus, embora já existisse a presença dos conquistadores romanos a dracma (O nome "dracma" vem do verbo δράττω (dratto, "agarrar"). No início uma dracma era um molho de seis espetos de metal, que foi utilizado como moeda por volta do ano mil antes de Cristo, há cerca de 3 mil anos atrás.) já tinha seu peso reduzido para cerca de 3,4 gramas. No primeiro século d. C., os gregos equiparavam a dracma ao denário (moeda romana), mas o governo romano calculava o valor oficial do dracma como de três quartos de um denário. Em outras palavras a moeda do conquistador valia mais.
Portanto na Palestina do tempo de Jesus circulavam quatro moedas, que seriam:
- O Denário Romano servia para pagar impostos aos Romanos.
- Dracma grega, nas transações comerciais com os estrangeiros.
- Ciclo Judeu, para o dízimo.
- A Mina Fenícia nas transações comerciais com os estrangeiros.
COMO ESTABELECER O VALOR ATUAL DO DRACMA
A dracma é igual ao denário (moeda dos conquistadores romanos). Eles estabeleceram que o preço de um dia de trabalho para um trabalhador braçal equivaleria a 1 denário. Assim podemos imaginar o que um trabalhador braçal hoje ganha por dia, por exemplo, um trabalhador na coleta de frutas chega a ganhar 50 reais por dia ou uma diarista numa casa de família chega a ganhar 70 reais. (valores que varia de região para região). Esse valor corresponderia a uma dracma.
Esse foi também o nome da moeda utilizada na Grécia até poucos anos atrás, quando foi substituída pelo Euro.
http://www.abiblia.org/temasView.php?Tema=Dracma

CLIQUE AQUI

                                        

LEITURA - O FARIZEU E O COBRADOR DE IMPOSTOS



TEOLOGIA
LEITURA
O fariseu e o cobrador de impoatos
     
       Jesus também contou esta parábola para os que achavam que eram muito bons e desprezavam os outros:
— Dois homens foram ao Templo para orar. Um era fariseu, e o outro, cobrador de impostos. O fariseu ficou de pé e orou sozinho, assim: “Ó Deus, eu te agradeço porque não sou avarento, nem desonesto, nem imoral como as outras pessoas. Agradeço-te também porque não sou como este cobrador de impostos. Jejuo duas vezes por semana e te dou a décima parte de tudo o que ganho.”
— Mas o cobrador de impostos ficou de longe e nem levantava o rosto para o céu. Batia no peito e dizia: “Ó Deus, tem pena de mim, pois sou pecador!”
E Jesus terminou, dizendo:
— Eu afirmo a vocês que foi este homem, e não o outro, que voltou para casa em paz com Deus. Porque quem se engrandece será humilhado, e quem se humilha será engrandecido.

LUCAS 18:09-14
CLIQUE AQUI

                                        

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

SAÚDE - CUIDADOS COM A SAÚDE



SAÚDE
LEITURA
CUIDADOS COM A SAÚDE
     
REDOBRE OS CUIDADOS COM A SAÚDE NOS DIAS DE TEMPO SECO
              O inverno traz consigo além das baixas temperaturas, um clima mais seco, já que comumente pouco chove nessa época do ano. Com isso, o organismo requer cuidados específicos para lidar com essa adversidade e prevenir problemas respiratórios, de pele entre outros, e assim evitar idas ao hospital. As principais medidas na prevenção de males causados pelo tempo seco são simples e eficazes.
              A primeira dica é elementar em qualquer época do ano, sobretudo para idosos e crianças, beba bastante água! Complemente a hidratação com água de coco, suco de frutas, verduras e frutas suculentas.
              Outro recurso para proteger as mucosas e ainda melhorar a qualidade do sono, afinal ninguém merece aquela sensação de falta de ar quando vai deitar, é umedecer o ambiente, vale pendurar toalha molhada na cabeceira da cama ou deixar recipientes com água dentro do quarto, podem ser baldes ou bacias. Sua respiração irá agradecer.
              A parte externa do corpo também precisa de cuidados, portanto, lambuze-se de cremes hidratantes e filtro solar (mesmo em dias não ensolarados). É um pouco difícil, mas evite banhos muito quentes, uso de sabonetes em barras e de buchas, já que tais itens agridem o maior órgão do corpo humano e o mais exposto.
              Muitas pessoas sentem ardência  e coceira nos olhos, para conter esse desconforto, recomenda-se o uso de soro fisiológico para lavar a região ocular. E, por fim, se for praticar atividades ao ar livre, seu corpo irá sentir menos os efeitos do tempo seco nas primeiras horas da manhã ou no fim da tarde e à noite.

CLIQUE AQUI