SELEÇÕES

OFERTAS FANTÁSTICAS

sábado, 31 de agosto de 2013

SAÚDE - Alimentos amigos do colesterol

Saúde
Alimentos amigos do colesterol
O colesterol até pouco tempo era encarado como um mal para o organismo. São atribuídas a ele, quando em excesso, as doenças cardiovasculares. O que é verdade. Entretanto essa gordura – essencial para a vida – passou a ser vista de forma positiva.
Não podemos viver sem o colesterol
O colesterol é responsável por todas as membranas que envolvem as células e auxilia nos processos de metabolismo. Também é necessário para o crescimento e regeneração celular e, além de estar presente no sangue e em todos os tecidos, colabora com a produção dos hormônios sexuais e do cortisol.
"Não podemos viver sem o colesterol", explica Raul D. Santos, cardiologista do Centro de Medicina Preventiva do Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE) e professor livre-docente da Faculdade de Medicina da UPS.

O bom e o mau

Para entender porque essa substância é tão importante para o organismo e, ao mesmo tempo, pode ser tão prejudicial é preciso saber que há dois tipos diferentes de colesterol: o bom e o ruim.
O colesterol bom, chamado de HDL (do Inglês, High Density Lipoproteins) protege o organismo, recolhendo o colesterol ruim depositado nos vasos sanguíneos para ser eliminado pelo fígado.
O ruim, LDL (do Inglês, Low Density Lipoprotein) é aumentado por fatores como erro alimentar e excesso de peso e, geralmente, está associado a outros fatores de risco como diabetes, tabagismo e pressão alta. Quando presente em grande quantidade no organismo pode provocar o entupimento das artérias – aterosclerose, responsável por problemas cardiovasculares como infartos e derrames.
"O excesso de LDL no sangue gera o acúmulo de placas de gordura nas artérias. E quanto maior o acúmulo de gordura, maiores as chances de sofrer problemas cardiovasculares”, explica o cardiologista.
Segundo dr. Raul, o principal determinante do colesterol é genético. Isso quer dizer que a pessoa pode ter uma dieta rica em gorduras e o nível de LDL no sangue ser baixo porque seu fígado consegue eliminar o excesso de forma adequada. Por outro lado, alguém com uma dieta equilibrada pode ter os níveis altos porque o organismo não é capaz de eliminar tão bem as gorduras. "Por isso é errado afirmar que só obesos tem colesterol alto”, completa.

Alimentos do bem

Tanto o colesterol bom quanto o ruim fazem parte do nosso organismo. Os 70% do colesterol que circulam pelo sangue são sintetizados pelo organismo e os outros 30% vêm da alimentação.
O excesso de LDL no sangue gera o acúmulo de placas de gordura nas artérias. E quanto maior o acúmulo de gordura, maiores as chances de sofrer problemas cardiovasculares
E para colaborar com a eliminação do excesso de colesterol pode-se consumir alimentos considerados amigos do HDL. "Há alimentos que além de combaterem o colesterol ruim, colaboram para aumentar os níveis do bom”, explica Lucy Uzelim, nutricionista do HIAE, especialista em cardiologia.

Fibras

As solúveis, como o farelo de aveia, ajudam a reduzir os níveis de LDL no sangue. Também são encontradas fibras solúveis na aveia, nos feijões, nas ervilhas, nas frutas cítricas e nas maçãs.

Morango e cereja

Ajudam a combater os radicais livres, o que melhora o funcionamento do sistema cardiovascular.

Uva vermelha

Possui grande quantidade de quercetina – antioxidante que auxilia no aumento do bom colesterol.

Jabuticaba e amora

As antocianinas – pigmentos presentes em frutas de coloração roxa e vermelha – têm ação antioxidante que traz importante contribuição para o sistema circulatório. Na jabuticaba, o antioxidante é encontrado apenas na casca.

Berinjela

Com alto teor de fibras, colabora com a diminuição da gordura que circula pelo sangue. É também rica em flavonoides, antioxidantes que dificultam a formação das placas de gordura nas artérias.

Azeite

O tipo extravirgem reduz os níveis de colesterol ruim e aumenta o colesterol bom. Dessa forma, previne doenças cardíacas e aterosclerose. É fonte abundante de gordura monoinsaturada, considerada a mais benéfica para o coração.

Abacate

Assim como o azeite é rico em gordura monoinsaturada que age como antioxidante, bloqueando o colesterol ruim.

Salmão, sardinha e atum

Ricos em ômega-3, ácido graxo que auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares porque inibe a coagulação sanguínea e a formação de plaquetas, além de controlarem o colesterol e os triglicérides.

Soja

Possui isoflavonas, consideradas o fito-hormônio com as mesmas propriedades do estrógeno. A ação das isoflavonas e das proteínas reduz o colesterol ruim, aumenta o bom e inibe a aterosclerose.

SAÚDE-Orientações para tratamento da cefaleia

Saúde
Orientações para tratamento da cefaleia

Cefaleia tipo enxaqueca
Embora não haja cura para a enxaqueca (Enxaqueca: Sinônimo de migrânea. É a cefaléia cuja prevalência varia de 10 a 20% da população. Ocorre principalmente em mulheres com uma proporção homem:mulher de 1:2-3. As razões para esta preponderância feminina ainda não estão bem entendidas, mas suspeita-se de alguma relação com o hormônio feminino.
Resulta da pressão exercida por vasos sangüíneos dilatados no tecido nervoso cerebral subjacente. O tratamento da enxaqueca envolve normalmente drogas vaso-constritoras para aliviar esta pressão. No entanto, esta medicamentação pode causar efeitos secundários no sistema circulatório e é desaconselhada a pessoas com problemas cardiológicos.
   ), existe uma série de tratamentos que podem ajudar bastante.
 Cefaleia: Sinônimo de dor de cabeça. Este termo engloba todas as dores de cabeça existentes, ou seja, enxaqueca ou migrânea, cefaleia ou dor de cabeça tensional, cefaleia cervicogênica, cefaleia em pontada, cefaleia secundária a sinusite, etc... são tipos dentro do grupo das cefaleias ou dores de cabeça.
A cefaleia tipo tensional é a mais comum (acomete 78% da população), seguida da enxaqueca ou migrânea (16% da população).
Como é feito o controle dos fatores predisponentes e desencadeantes?
  • Distribuir adequadamente a carga de tarefas, evitando acúmulo, seja no trabalho, seja em casa.
  • Para as pessoas que trabalham o dia inteiro, evitar o estresse de levar trabalho para casa.
  • Procurar dormir adequada e regularmente, evitando dormir pouco ou demais, ou seja, estender o sono além do horário usual de acordar.
  • Evitar fadiga excessiva.
  • Fazer as refeições em horários regulares e não pular refeições.
  • Eliminar os alimentos identificados como desencadeantes das crises.
  • Reduzir a ingestão de café, chá e álcool.
  • Evitar o uso de analgésicos sem supervisão médica.
  • Evitar exposição à luz, ruídos e cheiros fortes.
  • Realizar uma atividade física regular, mas não se exercitar em dias muito quentes.
  • Fazer um controle da pressão arterial – a hipertensão pode ser um fator facilitador das crises de enxaqueca.
  • Avaliar a possibilidade de medicamentos estarem facilitando as crises – dentre eles devemos chamar a atenção para os anticoncepcionais.

Como é o tratamento de ataque ou abortivo?
 
É o tratamento da crise – repouso em local escuro, relaxamento. Com isto muitas crises são abortadas logo no inicio. Nas dores mais fortes o uso de analgésicos tem sido indicado.

Como é o tratamento profilático ou
 preventivo? 
Existem algumas situações em que é necessário um tratamento diário, prolongado (6 a 12 meses), no sentido de evitar crises. Sabe-se que a presença de dor facilita o aparecimento de novas dores.
Vários medicamentos podem ser utilizados, mas a maioria não tem nenhuma ação analgésica – sua ação é nos mecanismos centrais da enxaqueca.

Bibliografia:
- Conhecer e enfretar  - dor de cabeça e enxaqueca - Ed. Contexto -  Getúlio Daré Rabello
- Manual de tratamento da cefaléia - Ed. 
Revinter - Joel R. Saper, Stephen D. Silberstein, C. David Gordon, Robert L. Hamel


SAÚDE - JAMA: uso de antipsicóticos por crianças pode aumentar risco de desenvolver diabetes tipo 2 em até três vezes

Saúde

JAMA: uso de antipsicóticos por crianças pode aumentar risco de desenvolver diabetes tipo 2 em até três vezes

O aumento do número de prescrições de antipsicóticos para crianças e jovens tem levado à preocupação de que essa prática possa elevar o risco de desenvolvimento de diabetes mellitus tipo 2.
A pesquisa do Vanderbilt University Medical Center, publicada peloThe Journal of the American Medical Association in Psychiatry (JAMA Psychiatry), teve o objetivo de comparar o risco de diabetes tipo 2 em crianças e jovens de 6 a 24 anos de idade que estavam iniciando o uso de medicamentos antipsicóticos versus a propensão de seus controles pareados que recentemente tinham iniciado o uso de outra medicação psicotrópica.
Os participantes do estudo de coorte (ficar se indivíduos expostos a um determinado fator apresentam, em relação aos indivíduos não expostos, uma maior propensão a desenvolver uma determinada doença. Um estudo de coorte é constituído, em seu início, de um grupo de indivíduos, denominada coorte, em que todos estão livres da doença sob investigação. Os indivíduos dessa coorte são classificados em expostos e não-expostos ao fator de interesse, obtendo-se assim dois grupos (ou duas coortes de comparação). Essas coortes serão observadas por um período de tempo, verificando-se quais indivíduos desenvolvem a doença em questão. Os indivíduos expostos e não-expostos devem ser comparáveis, ou seja, semelhantes quanto aos demais fatores, que não o de interesse, para que as conclusões obtidas sejam confiáveis.   ), retrospectivo, do programa Tennessee Medicaid Program, incluíam 28.858 iniciantes recentes de drogas antipsicóticas e 14.429 controles pareados. Pacientes que receberam previamente um diagnóstico de diabetes, deesquizofrenia ou de outras condições para as quais os antipsicóticos são a única terapia geralmente reconhecida foram excluídos da coorte.
Os principais resultados medidos foram diagnóstico de diabetes ou prescrição de medicamentos para tratar o diabetes durante o seguimento dessas crianças.
Crianças e jovens que usavam antipsicóticos tiveram um risco três vezes maior para diabetes tipo 2, o que ficou evidente no primeiro ano de acompanhamento. O risco aumenta com a dose cumulativa durante o seguimento (P<0 17="" 6="" a="" ano="" anos="" antipsic="" ap="" as="" at="" class="apple-converted-space" crian="" de="" do="" elevado="" foi="" grupo="" idade="" interrup="" maior="" mais="" o="" os="" para="" permaneceu="" quando="" que="" restrito="" rios="" risco="" s="" span="" ticos.="" ticos="" tinham="" tr="" um="" uso="" usu="" vezes=""> 
diabetes tipo 2 e aumentava significativamente com o aumento da dose cumulativa (P<0 antipsic="" at="" aumentado="" de="" foi="" o:p="" o="" ou="" para="" picos="" restrito="" risco="" risperidona.="" ticos="" uso="">
As conclusões da pesquisa mostram que crianças e jovens que fazem uso de antipsicóticos têm um risco elevado para diabetes tipo 2 e este risco aumenta com a dose cumulativa.
Fonte: JAMA Psychiatry, publicação online
NEWS.MED.BR, 2013. JAMA: uso de antipsicóticos por crianças pode aumentar risco de desenvolver diabetes tipo 2 em até três vezes. Disponível em:


LEITURA- O PECADO DE ACÃ

Teologia
LEITURA
O pecado de Acã e a ira de Deus

Deus havia ordenado ao povo de Israel que ninguém guardasse nada do que era para ser destruído, mas a ordem foi desobedecida. Acã escondeu algumas coisas, e por isso o SENHOR ficou muito irado com os israelitas. Acã era filho de Carmi, descendente de Zabdi e descendente de Zera, da tribo de Judá. Josué enviou alguns homens da cidade de Jericó até Ai, cidade que fica a leste de Betel, perto de Bete-Avém. Ele mandou que fossem ver a terra. Eles foram e examinaram bem a cidade. Então voltaram e deram a Josué o seguinte relatório: — Não é preciso que todo mundo vá. Mande só dois ou três mil homens atacarem Ai porque existe pouca gente lá. Assim foram mais ou menos três mil. Porém os homens de Ai fizeram os israelitas recuarem e mataram uns trinta e seis. E eles perseguiram os israelitas desde o portão da cidade até as pedreiras, matando-os na descida. Então o povo ficou completamente desanimado e perdeu toda a coragem. Em sinal de tristeza, Josué rasgou a sua roupa e se jogou no chão, com o rosto em terra, na frente da arca da aliança de Deus, o SENHOR. Os líderes de Israel fizeram a mesma coisa e ficaram ali com Josué até de tarde. E fizeram como ele: também jogaram terra na cabeça para mostrar que estavam tristes. E Josué disse: — Ó SENHOR, meu Deus! Afinal de contas, por que fizeste este povo atravessar o rio Jordão? Foi para nos entregares aos amorreus, e eles nos matarem? Por que não ficamos do outro lado do Jordão? Senhor, peço desculpas, mas já que Israel fugiu do inimigo, o que posso dizer? Os cananeus e todos os outros moradores desta terra vão saber disso. Eles nos cercarão e nos matarão a todos. E neste caso o que farás em favor do teu grande nome?
Josué 7.1-9
   




VIRTUDES - AURORA

VIRTUDES

Aurora…

Temo dizer o que sei ou o que sinto. E sinto não saber dizer bem.
Alguma coisa consome por dentro. Talvez a miragem de sonhos que cresceram e, de repente, se atenuaram nas desventuras reais. Colossais.
Um sorriso está nas lembranças do que nunca se viu, embora se tenha sempre procurado numa vertigem de sentimentos ou numa aurora do acaso. Será que chegou trazendo consigo um amor embalado em caixa de presente? Ah, não...
Caixas aprisionam. E o amor está livre. No ar. Procurando uma paisagem. Uma sombra para se acomodar. Recolher. Acolher.
Na aurora, o acaso não se desfigura.
Na aurora, a luz resplandece. Chega com algo intermitente como as batidas de um ritmo conhecido, pulsando em algum lugar do peito. Em algum lugar bem perto.
Não sei. Não há quem diga.
Não diga.
Preciosos os segundos à espera dela. Aurora. Aura. Áurea.
Conhecida e tão surpreendente... Renovada na esperança.
Espero-te.
Mais uma vez.
Amanhã.
Talvez.
Seja o dia.
Da sensatez.
Descoberta nas vertigens.
Recoberta de sentimentos.

LEITURA - Levante-se e vá santificar o povo

Teologia
Leitura
Levante-se e vá santificar o povo

O SENHOR Deus respondeu a Josué:
— Levante-se! Por que é que você está aí desse jeito, com a cara no chão? O povo de Israel pecou. Eles quebraram a aliança que haviam feito comigo, a aliança que eu mandei que guardassem. Ficaram com algumas coisas que eu mandei que fossem destruídas. Eles roubaram essas coisas, mentiram por causa delas e as colocaram no meio da bagagem deles. É por isso que os israelitas não podem enfrentar o inimigo. Fogem dele porque agora eles mesmos estão condenados à destruição. Se vocês não destruírem o que roubaram, eu não continuarei com vocês. Levante-se e vá santificar o povo. Diga que se purifiquem para amanhã porque eu, o SENHOR, o Deus de Israel, digo isto: “Israelitas, vocês estão guardando algumas coisas que eu mandei destruir. Enquanto não se livrarem delas, vocês não poderão enfrentar os inimigos. Amanhã vocês se apresentarão, tribo por tribo, e haverá sorteio. A tribo que eu indicar virá à frente, grupo de famílias por grupo de famílias. Aí o grupo de famílias que eu indicar virá à frente, família por família. Finalmente a família que eu indicar virá à frente, homem por homem. Então aquele que o sorteio indicar que ficou com essas coisas será queimado: ele, a sua família e tudo o que possui. O que esse homem fez foi terrível: ele quebrou a aliança que o meu povo fez comigo.”
Josué 7.10-15
   




quinta-feira, 29 de agosto de 2013

VIRTUDES - UM e UM

VIRTUDES

 

Um e um


Uma pergunta íntima. Que intima.
Uma resposta supreendente. Ardente.
Um alguém qualquer. Que quer.
Um pedido. Desmedido.
Uma razão. Emoção.
Um desejo. Ensejo.
Um pensamento. Intento.
Um amor. Motor.
Um triz. Motriz.
Uma pausa. Causa.
Um cabelo. Pelo.
Uma viagem. Camuflagem.
Uma loucura. Cura.
Um lugar. Amar.
Uma poesia. Dia.
Um fim. Enfim.

VIRTUDES - MUITAS VIDAS SEM GRAÇA

VIRTUDES


Muitas vidas sem graça


Diante de um computador podemos ser o que quisermos. Bonitos, bem sucedidos, simpáticos, atraentes e até inteligentes. Mas fora do mundo virtual tanta coisa vai se perdendo. Olho para alguns jovens, até os meus parentes, e percebo o quanto são bons diante de uma tela. São exímios navegadores. Dominam as tecnologias na palma da mão. Jogam Candy Crush e Angry Birds com tanta desenvoltura que poderiam ter a mesma para outras coisas simples, como tomar um ônibus, andar de Metrô, lavar a roupa na máquina, fritar um ovo. Para isto, entretanto, é preciso que o papai e a mamãe ajudem. Melhor: façam. 
Há muita gente sem iniciativa na vida real. Gente que não sabe se virar. Gente que, por vezes, tem medo de ser independente porque sempre houve alguém ali para quebrar o galho. Para ser a muleta, o braço direito, o cérebro. Além de não haver iniciativa, há um egoísmo que insiste em se pulverizar em todos os cantos. Isto, claro, não traz felicidade. Traz dependência.
Quem protege demais seus filhos talvez esteja criando um exército de “sem noções”. É... daqueles que têm medo do resultado de suas ações, porque se acostumaram com o conforto do “tudo na mão”. Como reagir na vida real sem aquele escudo de sempre? Sem contar com aquela proteção providencial? A vida tem botão de pânico? Ai, ai, ai...
É muito difícil quebrar esta vidraça entre o real e o virtual. Entre o que se quer ser e o que se é. Entre a fragilidade e a fortaleza que se passa quando não se está no cara a cara. E aí temos vida sem experimentos. Sem experiência. Com banalidades e frivolidades. Com gente cada vez mais fria aos sentimentos de verdade, às ações e reações. Gente fria à quentura que a vida pulsando lá fora traz para a vida de dentro. Gente que vivia num mundo “particular” e que vai ter que, não sei como, enfrentar os leões com um gigantismo até então inexistente. Onde se fabrica coragem?, poderão perguntar. 
Por trás do computador também tem gente que se esconde. Gente que engana. Gente que fala que ama sem nem conhecer. Gente que insiste em bancar um personagem feliz nas redes sociais, enquanto tudo está em ruínas. Gente que posta foto do carro novo, da namorada nova, da TV recém-comprada, mas continua com idiotices antigas dimensionadas na superexposição de bens materiais.  
No desfecho chegam as insatisfações, com a “sem gracice” conhecida. Uma vida fabricada, com tanta falta de tudo, mesmo havendo tanto! Com uma tela aberta chamando uma conversa, enquanto na fala real falta vocabulário. E fica faltando um “quê”. Um sentido. Que precisa ser sentido na vida real. Não na virtual.

LEITURA - A CONQUISTA DE JERICÓ II

Teologia
LEITURA

A conquista de Jericó (2)

No dia seguinte Josué se levantou de madrugada, e os sacerdotes carregaram a arca. Os sete sacerdotes que levavam as sete cornetas iam na frente, tocando sem parar. Os soldados iam na frente deles, e um grupo de guardas seguia a arca. As cornetas não paravam de tocar. No segundo dia marcharam de novo uma vez em volta da cidade e voltaram ao acampamento. E fizeram isso durante seis dias.
No sétimo dia levantaram-se de madrugada e marcharam em volta da cidade sete vezes no mesmo dia. Foi só nesse dia que deram sete voltas em redor da cidade. Na sétima volta, quando os sacerdotes acabaram de tocar as cornetas, Josué disse ao povo:
— Gritem agora! O SENHOR Deus está entregando Jericó a vocês! A cidade deve ser destruída, junto com tudo o que há nela, como oferta para Deus. Somente ficará viva a prostituta Raabe e a sua família porque ela escondeu os nossos espiões. Mas não peguem em nada daquilo que vai ser destruído. Se ficarem com qualquer coisa que eu mandei destruir, vocês vão trazer desgraça e destruição ao acampamento israelita. Mas os objetos de prata, ouro, bronze e ferro serão separados para o SENHOR e colocados no seu tesouro.
Então os sacerdotes tocaram as cornetas. Logo que o povo ouviu este som, gritou com toda a força, e a muralha caiu. Aí todos subiram, entraram na cidade e a tomaram.
Josué 6.12-20
   




leitura - A CONQUISTA DE JERICÓ I

Teologia
Leitura

A conquista de Jericó (1)

Os portões da cidade de Jericó estavam muito bem-fechados, para não deixar que os israelitas entrassem. Ninguém podia entrar, nem sair da cidade.
O SENHOR Deus disse a Josué:
— Olhe! Eu estou entregando a você a cidade de Jericó, o seu rei e os seus corajosos soldados. Agora você e os soldados israelitas marcharão em volta da cidade uma vez por dia, durante seis dias. Na frente da arca da aliança, irão sete sacerdotes, cada um levando uma corneta de chifre de carneiro. No sétimo dia você e os seus soldados marcharão sete vezes em volta da cidade, e os sacerdotes tocarão as cornetas. Quando eles derem um toque longo, todo o povo gritará bem alto, e então a muralha da cidade cairá. Aí cada um avançará diretamente para a cidade.
Josué chamou os sacerdotes e disse:
— Carreguem a arca da aliança, e na frente fiquem sete sacerdotes levando cornetas.
E disse ao povo:
— Comecem a marchar em volta da cidade! E que os soldados marchem na frente da arca da aliança de Deus, o SENHOR!
Então, seguindo as ordens de Josué, os sete sacerdotes ficaram na frente da arca e começaram a tocar as cornetas. Os soldados iam na frente dos sacerdotes que tocavam cornetas, e um grupo de guardas seguia a arca. Durante esse tempo as cornetas tocavam. Mas Josué tinha dado ordem ao povo para não gritar, nem fazer barulho até que ele mandasse. Aí Josué ordenou que os sacerdotes dessem uma volta ao redor da cidade, carregando a arca da aliança. Depois voltaram ao acampamento e passaram a noite lá.

Josué 6.1-11
   




terça-feira, 27 de agosto de 2013

VIRTUDES - NUM PEDAÇO DE PAPEL

VIRTUDES


Num pedaço de papel


Sinto o vento gelado nos meus ouvidos. Eles sopram frases como silvos. Não entendo nada do quer me dizer. Só sei que faz frio. Mas, não sinto mais nada disto.
O céu abriu uma lacuna entre o azul e as densas nuvens. Podia-se ver um pouco da luz do sol. Só um pouco. E senti que era um deslumbre. Um deslumbre poder ver alguma coisa.
Caminho. Subo. Desço. Estanco. E não sei mais para onde ir. Até que sinto minhas pernas cansadas. E como é bom sentí-las!
Lanço um beijo ao vento para ver se voltaria. E seria bom sentí-lo.
Num pedaço de papel no bolso do casaco, encontro um papel amassado. Letras. Palavras. Escritos. Feitos.
E me surgem inspirações. Emoções. Novas vontades até então encerradas em um "não".
Leio. Releio.
Passo-me por inteiro.
Nos olhos, tenho um brilho renovado.
Já não me sinto como antes: como um papel amassado, com tudo escrito e não dito.
Reescrevo-me, sentindo tudo de novo. Sem amassados e sepultados. E como é bom sentir! Desmedidamente.
No papel, ainda há um borrão.
Era um apagado coração.
Que renasce, celebrado em cores. Em tintas novas.
Em letras garrafais.
Em letras de música.
Na caligrafia.
Que não quer parar.