SELEÇÕES

OFERTAS FANTÁSTICAS

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

LEITURA - A SEGUNDA PROVA

TEOLOGIA
Leitura
A SEGUNDA PROVA
Chegou de novo o dia em que os servidores celestiais vieram apresentar-se diante de Deus, o SENHOR, e Satanás também veio no meio deles. O SENHOR perguntou:
— De onde você vem vindo?
Satanás respondeu:
— Estive dando uma volta pela terra, passeando por aqui e por ali.
Aí o SENHOR disse:
— Você viu o meu servo Jó? No mundo inteiro não há ninguém tão bom e tão honesto como ele. Ele me teme e procura não fazer nada que seja errado. No entanto, você me convenceu, e eu o deixei desgraçar Jó, embora não houvesse motivo para isso. Mesmo assim, ele continua firme e sincero como sempre.
Satanás respondeu:
— É só tocar na pele dele para ver o que acontece. As pessoas não se importam de perder tudo desde que conservem a própria vida. Agora, se estenderes a mão e ferires o corpo dele, verás como ele, sem nenhum respeito, te amaldiçoará.
O SENHOR disse a Satanás:
— Pois bem. Faça o que quiser com Jó, mas não o mate.
Aí Satanás saiu da presença do SENHOR e fez com que o corpo de Jó ficasse coberto de feridas horríveis, desde as solas dos pés até o alto da cabeça. Jó sentou-se num monte de cinza e pegou um caco para se coçar. E a mulher dele disse:
— Você ainda continua sendo bom? Amaldiçoe a Deus e morra!
Jó respondeu:
— Você está dizendo uma bobagem! Se recebemos de Deus as coisas boas, por que não vamos aceitar também as desgraças?
Assim, apesar de tudo, Jó não pecou, nem disse uma só palavra contra Deus.
Jó 2:01-10
                                                  

                                         

LEITURA - A QUEIXA

TEOLOGIA
Leitura
A QUEIXA
Finalmente Jó quebrou o silêncio e amaldiçoou o dia do seu nascimento. Jó disse:

“Maldito o dia em que nasci!
Maldita a noite em que disseram:
‘Já nasceu! É homem!’
Que aquele dia vire escuridão!
Que Deus, lá do alto, não se importe com ele,
e que nunca mais a luz o ilumine!
Que a escuridão e as trevas o dominem;
que as nuvens o cubram e apaguem a luz do sol!
Que aquela noite fique sempre escura
e que desapareça do calendário!
Que seja solitária e triste aquela noite,
e que nela não se escutem gritos de alegria!
Que seja amaldiçoada pelos feiticeiros,
aqueles que têm poder sobre o monstro Leviatã!
Que escureçam as estrelas da sua manhã;
que ela espere a luz, e a luz não venha;
e que a sua madrugada não chegue,
pois ela deixou que minha mãe me desse à luz
e não me poupou de todo este sofrimento!
Por que não nasci morto?
“Por que não nasci morto?
Por que não morri ao nascer?
Por que a minha mãe me segurou no colo?
Por que me deu o seio e me amamentou?
Se eu tivesse morrido naquele momento,
agora estaria dormindo,
descansando em paz.
Estaria com reis e altas autoridades
que reconstruíram palácios antigos
ou estaria com governadores
que encheram as suas casas de ouro e de prata.
Se a minha mãe tivesse tido um aborto, às escondidas,
eu não teria existido
e seria como as crianças que nunca viram a luz do dia.
Na sepultura acaba a agitação dos maus,
e ali repousam os que estão cansados.
Ali os prisioneiros descansam juntos
e já não ouvem mais os gritos do capataz.
Ali estão os importantes e os humildes,
e os escravos ficam livres dos seus donos.
Por que os infelizes continuam vivendo?
“Por que os infelizes continuam vendo a luz?
Por que deixar que vivam os que têm o coração amargurado?
Eles esperam a morte, e ela não vem,
embora a desejem mais do que riquezas.
Eles ficam muito alegres e felizes
quando por fim descem para a sepultura.
Deus os faz caminhar às cegas
e os cerca de todos os lados.

“Em vez de comer, eu choro,
e os meus gemidos se derramam como água.
Aquilo que eu temia foi o que aconteceu,
e o que mais me dava medo me atingiu.
Não tenho paz, nem descanso, nem sossego;
só tenho agitação.”
Jó 3:01-26
                                                  

                                         

VIRTUDES - A CAUSA DO SOFRIMENTO

virtudes
Leitura
A causa do sofrimento
A causa do seu sofrimento não está na vida exterior, ela se encontra em você, como o ego.
Você impõe limitações a si mesmo e, em seguida, luta em vão para transcendê-las.

Toda infelicidade origina-se do ego; com ele surgem seus problemas. De que serve atribuir aos acontecimentos da sua vida a causa do sofrimento que, na verdade, se encontra dentro de você?
Que felicidade você pode obter de coisas externas a si mesmo? Se a obtém, quanto tempo ela dura?

Se você negar o ego e o abandonar, ignorando-o, você será livre. Se o aceitar, ele lhe imporá limitações e o lançará na luta vã para transcendê-las.
Ser o Eu superior que você de fato é consiste no único meio de realizar a Beatitude que sempre foi sua.

Ramana Maharshi
                                                  

                                         

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

LEITURA - A QUEIXA DE JÓ

TEOLOGIA
Leitura
A QUEIXA DE JÓ
Finalmente Jó quebrou o silêncio e amaldiçoou o dia do seu nascimento. Jó disse:

“Maldito o dia em que nasci!
Maldita a noite em que disseram:
‘Já nasceu! É homem!’
Que aquele dia vire escuridão!
Que Deus, lá do alto, não se importe com ele,
e que nunca mais a luz o ilumine!
Que a escuridão e as trevas o dominem;
que as nuvens o cubram e apaguem a luz do sol!
Que aquela noite fique sempre escura
e que desapareça do calendário!
Que seja solitária e triste aquela noite,
e que nela não se escutem gritos de alegria!
Que seja amaldiçoada pelos feiticeiros,
aqueles que têm poder sobre o monstro Leviatã!
Que escureçam as estrelas da sua manhã;
que ela espere a luz, e a luz não venha;
e que a sua madrugada não chegue,
pois ela deixou que minha mãe me desse à luz
e não me poupou de todo este sofrimento!
Por que não nasci morto?
“Por que não nasci morto?
Por que não morri ao nascer?
Por que a minha mãe me segurou no colo?
Por que me deu o seio e me amamentou?
Se eu tivesse morrido naquele momento,
agora estaria dormindo,
descansando em paz.
Estaria com reis e altas autoridades
que reconstruíram palácios antigos
ou estaria com governadores
que encheram as suas casas de ouro e de prata.
Se a minha mãe tivesse tido um aborto, às escondidas,
eu não teria existido
e seria como as crianças que nunca viram a luz do dia.
Na sepultura acaba a agitação dos maus,
e ali repousam os que estão cansados.
Ali os prisioneiros descansam juntos
e já não ouvem mais os gritos do capataz.
Ali estão os importantes e os humildes,
e os escravos ficam livres dos seus donos.
Por que os infelizes continuam vivendo?
“Por que os infelizes continuam vendo a luz?
Por que deixar que vivam os que têm o coração amargurado?
Eles esperam a morte, e ela não vem,
embora a desejem mais do que riquezas.
Eles ficam muito alegres e felizes
quando por fim descem para a sepultura.
Deus os faz caminhar às cegas
e os cerca de todos os lados.

“Em vez de comer, eu choro,
e os meus gemidos se derramam como água.
Aquilo que eu temia foi o que aconteceu,
e o que mais me dava medo me atingiu.
Não tenho paz, nem descanso, nem sossego;
só tenho agitação.”
JÓ 3:01-26                              

                                         

LEITURA - RESPOSTA DE JÓ

TEOLOGIA
Leitura
RESPOSTA DE JÓ
Quem se atreve a discutir com Deus?
Então em resposta Jó disse:

“Eu sei muito bem que as coisas são assim.
Mas como é que uma pessoa pode provar a Deus
que ela está com a razão?
Quem se atreve a discutir com Deus?
Ele pode fazer mil perguntas
a que ninguém é capaz de responder.
Sou inocente, mas não me importo com isso;
estou cansado de viver.
Para mim, é tudo a mesma coisa;
por isso, digo que Deus destrói tanto os bons como os maus.
Se, de repente, uma desgraça mata pessoas inocentes,
Deus ri.
Deus entregou o mundo nas mãos dos maus
e cobriu os olhos dos juízes com uma venda.
E, se não foi Deus quem fez isso, então quem foi?
Deus não acredita que eu seja inocente
“Os meus dias correm mais depressa do que um atleta;
eles fogem sem ter visto a felicidade.
A minha vida passa como um barco ligeiro,
como uma águia quando se lança sobre um coelho.
Posso tentar esquecer as minhas queixas,
posso deixar o meu ar triste e voltar a ser alegre,
mas logo os meus sofrimentos me deixam apavorado,
pois sei que Deus não acredita que eu seja inocente.
E, se ele acha que sou culpado,
não adianta nada lutar.
O sabão não pode lavar os meus pecados;
o sabão mais forte não pode limpar o mal que cometi.
Deus me joga na lama,
e até a minha roupa tem nojo de mim.
Deus não é um ser humano, como eu,
e por isso não posso responder-lhe,
nem podemos resolver a nossa questão no tribunal.
Para nós dois não há um juiz
que possa julgar a mim e a Deus.
Ó Deus, para de me castigar!
Não me enchas de medo com os teus terrores!
Então eu falarei e não terei medo,
pois a minha consciência não me acusa.
SALMO 25                                

                                         

LEITURA - PRIMEIRA FALA

TEOLOGIA
Leitura
PRIMEIRA FALA
Deus o está castigando menos do que você merece
Então Zofar, da região de Naamá, em resposta disse:

“Será que todo esse palavrório vai ficar sem resposta?
Por acaso, quem fala muito é quem tem razão?
Jó, você pensa que não temos resposta?
Pensa que as suas zombarias vão nos fazer calar a boca?
Você diz que o seu modo de pensar está certo
e afirma que é inocente diante de Deus.
Eu gostaria que Deus falasse
e lhe desse uma resposta!
Ele lhe ensinaria os segredos da sabedoria,
pois há mistérios na explicação das coisas.
Assim, você veria que Deus o está castigando
menos do que você merece.
Você pode descobrir os segredos de Deus?
“Você pensa que pode descobrir os segredos de Deus
e conhecer completamente o Todo-Poderoso?
O céu não é limite para Deus,
mas você não pode chegar até lá;
Deus conhece o mundo dos mortos,
mas você não conhece.
Ele é maior do que a terra,
mais vasto do que o mar.
Se Deus passar e prender alguém
e o levar para ser julgado,
quem o poderá impedir?
Deus conhece as pessoas que não valem nada;
ele nunca deixa de ver as suas maldades.
No dia em que os jumentos selvagens nascerem mansos,
as pessoas sem juízo vão ter sabedoria.
Abandone o pecado
“Jó, vire o coração para Deus
e ore com as mãos estendidas para ele.
Abandone o pecado que mancha as suas mãos
e não deixe que a maldade more na sua casa.
Então você andará de cabeça erguida,
puro, firme e sem medo.
Você não lembrará dos seus sofrimentos,
que serão como águas passadas
que a gente esquece.
A sua vida brilhará mais do que o sol do meio-dia,
e as suas horas mais escuras serão claras como o amanhecer.
Você viverá seguro e cheio de esperança;
Deus o protegerá, e você dormirá tranquilo.
Quando você estiver descansando, nada o assustará;
e muita gente virá lhe pedir ajuda.
Porém os maus olharão em redor desesperados
e não acharão lugar para onde fugir;
para eles a morte será a única esperança.”
JÓ 11:01-20