SELEÇÕES

http://wordschool.blogspot.com/

OFERTAS FANTÁSTICAS

Mostrando postagens com marcador JOVEM RICO. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador JOVEM RICO. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 12 de abril de 2019

LEITURA - O DINHEIRO NOS DISTRAÍ DO QUE REALMENTE É?


LEITURA
       O DINHEIRO NOS DISTRAÍ DO QUE REALMENTE É?
Eu sigo a Jesus, e você?
Meditando nisso, lembrei da passagem do jovem rico,  e mais uma vez o Espírito tocou no meu coração : o nosso chamado, pressupõe  sim; renúncias e desapego.
Foi o próprio Jesus quem disse a este jovem: “Se queres ser perfeito, vai, vende teus bens, dá-os aos pobres e terás um tesouro no céu. Depois, vem e segue-me”. (Mt 19, 21).
Essa passagem nos mostra que seguir a Cristo implica num “sim” para Ele e num “não” para muitas outras coisas…
E preste atenção em um detalhe, não era só vender os bens, mas dá-los aos pobres.
O evangelho ensina renúncia seguida de compaixão ao próximo.
Se você segue a Cristo e tem como prioridade seus bens, suas conquistas e suas realizações, você apenas “acha” que o segue… os que seguem a Cristo tem a capacidade da “renúncia”. Os que seguem a Cristo estão atentos ao próximo e suas necessidades. O evangelho de Cristo exclui o egoísmo.
De repente você se vê preso a pequenas coisas, que parecem nem ter importância, mas “pouco importa estar o pássaro amarrado por um fio grosso ou fino; desde que não se liberte, tão preso estará por um como por outro”.
Deixo com vocês a história de uma alemã, Heidemarie Schwermer, professora e psicoterapeuta, que percebeu e se incomodou com a grande quantidade de pessoas sem-teto na região  em que morava e  decidiu fazer algo por elas.
Ao entender que, sem dinheiro ou posses, essas pessoas valiam apenas o serviço que se dispõem a fazer, ela criou um local de livre acesso onde pessoas poderiam trocar objetos e serviços sem que nem uma moeda fosse necessária – roupas usadas poderiam ser trocadas por um serviço de encanador, por exemplo.
O projeto foi crescendo aos poucos, mas Heidemarie viu que os sem-teto, para quem ela pensou o lugar, não o freqüentavam. Com toda essa situação em mente, a professora começou a questionar seu próprio estilo de vida e chegou à conclusão de que, assim como os sem-teto, ela não precisava de posses para viver feliz.
Assim que seus filhos saíram de casa para iniciar uma vida universitária em outras cidades, ela tratou de vender a propriedade, pedir demissão de seu emprego de professora e doar todo o seu dinheiro para instituições de caridade, com exceção de 200 euros (cerca de R$ 650), um fundo guardado no banco para caso de emergência.
Heidemarie embarcou em uma jornada: ela iria passar 1 ano sem ganhar ou gastar nem um centavo. Hospedagem, alimentação, roupas e tudo o que precisasse seria trocado por serviços, como lavar pratos, costurar e ensinar. A experiência foi tão positiva que, depois de todos esses anos, ela ainda não quer saber de ver dinheiro pela frente. Sua intensa mudança de vida é tema de três livros escritos por ela e de um documentário chamado “Vivendo sem Dinheiro”.
Como ela mesma afirma, “o dinheiro nos distrai do que é realmente importante“.
experiência foi tão positiva que, depois de todos esses anos, ela ainda não quer saber de ver dinheiro pela frente. Sua intensa mudança de vida é tema de três livros escritos por ela e de um documentário chamado “Vivendo sem Dinheiro”.
Como ela mesma afirma, “o dinheiro nos distrai do que é realmente importante“.


MAGAZINE SHOP BLUES