SELEÇÕES

http://wordschool.blogspot.com/

OFERTAS FANTÁSTICAS

Mostrando postagens com marcador ISRAEL. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador ISRAEL. Mostrar todas as postagens

domingo, 19 de maio de 2019

LEITURA - DEUS E SEU POVO


LEITURA
       DEUS E SEU POVO
    Deus e o seu povo Salmo didático de Asafe Meu povo, escute a minha lei;
dê ouvidos às palavras da minha boca.
Abrirei os meus lábios para proferir parábolas
e publicarei enigmas dos tempos antigos.
O que ouvimos e aprendemos,
o que os nossos pais nos contaram,
não o encobriremos a seus filhos;
contaremos à geração vindoura
os louvores do SENHOR, e o seu poder,
e as maravilhas que fez.

Ele estabeleceu um testemunho em Jacó,
e instituiu uma lei em Israel,
e ordenou aos nossos pais
que os transmitissem a seus filhos,
a fim de que a nova geração os conhecesse,
e os filhos que ainda hão de nascer
se levantassem e, por sua vez, os contassem aos seus descendentes;
para que pusessem a sua confiança em Deus
e não se esquecessem dos feitos de Deus,
mas lhe observassem os mandamentos;
e que não fossem, como seus pais,
geração obstinada e rebelde,
geração de coração inconstante,
e cujo espírito não foi fiel a Deus.

Os filhos de Efraim, embora armados com arcos,
bateram em retirada no dia do combate.
Não guardaram a aliança de Deus,
não quiseram andar na sua lei;
esqueceram-se das suas obras
e das maravilhas que lhes havia mostrado.
Deus fez prodígios na presença de seus pais
na terra do Egito, no campo de Zoã.
Dividiu o mar e os fez passar por ele;
fez parar as águas como um montão.
Durante o dia, os guiou com uma nuvem
e de noite, com um clarão de fogo.
No deserto, fendeu rochas
e lhes deu de beber abundantemente como de abismos.
Da pedra fez brotar torrentes,
fez manar água como rios.

Mas, ainda assim, continuaram a pecar contra ele
e se rebelaram, no deserto, contra o Altíssimo.
Tentaram a Deus no seu coração,
pedindo alimento que lhes fosse do gosto.
Falaram contra Deus, dizendo:
“Será que Deus pode preparar-nos uma mesa no deserto?
É verdade que ele feriu a rocha,
e dela manaram águas, transbordaram as torrentes.
Mas será que ele pode dar-nos pão também?
Ou fornecer carne para o seu povo?”
Ouvindo isto, o SENHOR ficou indignado;
acendeu-se fogo contra Jacó,
e também se levantou o seu furor contra Israel,
porque não creram em Deus,
nem confiaram na sua salvação.

Mesmo assim, deu ordens às nuvens
e abriu as portas dos céus;
fez chover maná sobre eles, para alimentá-los,
e lhes deu cereal do céu.
Todos comeram o pão dos anjos;
ele enviou-lhes comida à vontade.
Fez soprar no céu o vento do Oriente
e pelo seu poder conduziu o vento do Sul.
Também fez chover sobre eles carne como poeira
e aves numerosas como a areia do mar.
Fez com que caíssem no meio do arraial deles,
ao redor de suas tendas.
Então comeram e se fartaram a valer;
pois lhes fez o que desejavam.
Porém não reprimiram o apetite.
Ainda tinham o alimento na boca,
quando se elevou contra eles a ira de Deus,
e entre os seus mais robustos semeou a morte,
e prostrou os jovens de Israel.

Apesar de tudo isso, continuaram a pecar
e não creram nas maravilhas de Deus.
Por isso, ele fez com que os seus dias se dissipassem num sopro
e os seus anos, em súbito terror.
Quando os fazia morrer, eles o buscavam;
arrependidos, procuravam Deus.
Lembravam-se de que Deus era a sua rocha
e o Deus Altíssimo, o seu Redentor.
Lisonjeavam-no, porém de boca,
e com a língua lhe mentiam.
Porque o coração deles não era firme para com ele,
nem foram fiéis à sua aliança.
Ele, porém, que é misericordioso,
perdoa a iniqüidade e não destrói;
muitas vezes desvia a sua ira
e não desperta toda a sua indignação.
Lembra-se de que eles são simples mortais,
vento que passa e não volta mais.

      

SALMO  78:01-39


MAGAZINE SHOP BLUES



                 




segunda-feira, 10 de setembro de 2018

LEITURA - A ARCA DA ALIANÇA


LEITURA
A ARCA DA ALIANÇA
Então enviaram mensageiros e reuniram todos os governantes dos filisteus, e disseram:
— Devolvam a arca do Deus de Israel. Que ela volte ao seu lugar, para que não mate nem a nós nem ao nosso povo.
Porque havia terror de morte em toda a cidade, e a mão de Deus castigou duramente ali. Os homens que não morriam eram atingidos com os tumores, e o clamor da cidade subiu até o céu.
A arca do SENHOR esteve sete meses na terra dos filisteus. Estes chamaram os sacerdotes e os adivinhos e perguntaram:
— Que faremos com a arca do SENHOR? Digam-nos como a devolveremos para o seu lugar.
Eles responderam:
— Se devolverem a arca do Deus de Israel, não a mandem vazia, mas enviem também a ele uma oferta pela culpa. Então vocês serão curados e saberão por que a mão dele continua pesando sobre vocês.
Então os filisteus perguntaram:
— Que oferta pela culpa devemos mandar?
Os sacerdotes e adivinhos responderam:
— Mandem cinco tumores de ouro e cinco ratos de ouro, segundo o número dos governantes dos filisteus, porque a praga é uma e a mesma sobre todos vocês e sobre todos os seus governantes. Façam imitações dos tumores e dos ratos que andam destruindo a terra, e dêem glória ao Deus de Israel. Assim ele talvez alivie a sua mão de cima de vocês e do deus e da terra de vocês. Por que vocês endureceriam o coração, como os egípcios e Faraó fizeram? Não é verdade que, depois que Deus os maltratou, eles deixaram os israelitas sair, e eles foram embora?
— Agora, pois, façam um carro novo, arranjem duas vacas com crias, sobre as quais nunca foi colocado jugo, e amarrem as duas ao carro; quanto aos bezerros, levem-nos para casa. Então peguem a arca do SENHOR e a ponham sobre o carro. E num cofre, ao lado dele, ponham as figuras de ouro que vocês vão lhe enviar como oferta pela culpa; depois, deixem o carro ir. Fiquem observando: se ele subir pelo caminho de Bete-Semes, que leva a seu território, então foi o Deus de Israel que nos fez este grande mal. Mas, se não, saberemos que não foi a sua mão que nos atingiu, e que isso nos aconteceu por acaso.
Os homens fizeram isso: pegaram duas vacas com crias e as amarraram ao carro; e encerraram os seus bezerros em casa. Puseram a arca do SENHOR sobre o carro, junto com o cofre que continha os ratos de ouro e as imitações dos tumores. As vacas se encaminharam diretamente para Bete-Semes e, andando e berrando, seguiam sempre por esse mesmo caminho, sem se desviarem nem para a direita nem para a esquerda. Os governantes dos filisteus foram atrás delas, até a fronteira com Bete-Semes.
O povo de Bete-Semes andava fazendo a colheita do trigo no vale. Quando levantaram os olhos, viram a arca e ficaram muito contentes. O carro veio até o campo de Josué, o bete-semita, e parou ali, onde havia uma grande pedra. Eles cortaram a madeira do carro em pedaços e ofereceram as vacas ao SENHOR, em holocausto. Os levitas desceram a arca do SENHOR e também o cofre que estava junto a ela, em que estavam os objetos de ouro, e os puseram sobre a grande pedra. No mesmo dia, os homens de Bete-Semes ofereceram holocaustos e sacrifícios ao SENHOR. Os cinco governantes dos filisteus viram aquilo e voltaram para Ecrom no mesmo dia.
Estes são os tumores de ouro que os filisteus enviaram ao SENHOR como oferta pela culpa: um por Asdode; outro por Gaza; outro por Asquelom; outro por Gate; e outro por Ecrom. Enviaram também os ratos de ouro, segundo o número de todas as cidades dos filisteus, pertencentes aos cinco governantes, desde as cidades fortificadas até as aldeias campestres. A grande pedra, sobre a qual puseram a arca do SENHOR, está até o dia de hoje no campo de Josué, o bete-semita.

I SAMUEL 05:11-06:18

MAGAZINE SHOP BLUES